sexta-feira, agosto 03, 2007

"É de menino que se torce o pepino"

Eu devia ter uns 13, ainda não tocava uma nota sequer, mas já era maluco pelo rock. Meu papo com os colegas do ginásio era mais artes plásticas e música que futebol e TV. Portanto, fui indicado e eleito presidente do grêmio literário. Era uma iniciativa do professor de português: uma vez por mês, a gente podia usar a aula dele e a sala de cinema para apresentar poesias, jograis, ...música.

A primeira edição transcorreu super tranquila, os colegas colaboraram bastante, rolou o esperado,poesia, jogral, um colega tocou brinquedo proibido no violão e eu tive a idéia de fazer uma colega que se parecia muito com a Gal, por seus longos cabelos, dublar o disco da Maria Bethânia, uma vez que ninguém tinha o disco da Gal. O sucesso foi absoluto, outros professores foram convidados e apareceram alguns alunos de outras turmas também.

A segunda edição já era ansiosamente esperada, eu fazia segredos, mas resolvi repetir a formula: poesias, jograis, violão e para a dublagem levantaria meu cabelo e faria Jimmi Hendrix.

Aparagam as luzes, aumentaram o som da vitrola, eu apareci fantasiado com uma guitarra desligada, tentando imitar a maneira particular com a qual Jimmi desempenhava. Nós, eu e Jimmi, levamos a galera ao delirio com Purple Haze, Foxy Lady e outras.

Jamais houve terceira edição do Grêmio literário, mas foi a primeira vez que me dediquei ao trabalho de JH. Hoje, tantos anos passados, ainda me vejo buscando em suas composições e em suas idéias soluções para meus caminhos. thanks Jimmi.

















Nosso baterista em seu início de carreira

6 comentários:

Anônimo disse...

caramba. que figurassa!!

Rubs Troll disse...

voce esqueceu de assinar seu post.se na banda tem 4 pessoas fica dificil de adivinhar que escreveu,ne mes?

Sugestao: turn off the fuckin 'Comment moderation'(as letrinhas que temos que escrever pra postar)eh fuckin desistimulante,no wonder que ninguem a nao ser eu comenta nesse blog.

..............
ainda bem que voce aprendeu a tocar guitarra e hoje em dia eh um dos maiores guitarristas da sua rua.
dont'give the fight.

dimirendriquiz disse...

Quem escreveu isso?nao assinou...

faz favor, va no preferences e desligue o comment moderation,torna desistimulante deixar um comentario

.......
ainda bem que hoje em dia voce se transformou no maior guitarrista da sua rua.

Low-Fi disse...

Na verdade ainda não me tornei o melhor guitarrista da minha rua, sou meio burro, e é muito facil saber quem escreveu este post.
Quem mais teria idade para estar na época dos acontecimentos tropicália e morte de Hendrix aprontando coisas juvenis?

Alain S. disse...

Elinho, adorei a proposta,
parabens para o Low-fi pelo projeto ...
Desejo muito suceso neste dia 1°.

VALEU IRMÃO !

Alain S.

Anônimo disse...

bull shit!