quarta-feira, março 04, 2009

No tranco


Que o país viveu e, de vez em quando, ainda vive o caos aéreo não é novidade. Acontece que esses Airbus e Boeing deveriam ter uma manutenção mais rigorosa. Na boa: ontem, estava indo de BH para SP, embarquei num desses e "nhec nhec nhec". Daí uns 10min, mais "nhec nhec nhec". Só faltou o comandante gritar: "alguém tem aí uma lixa de unha pra gente dar um grau no platinado e ver se esse troço pega, nem que seja no tranco". Não gritou e também ninguém ofereceu. Resultado: todo mundo desembarcou e passou prum outro avião tipo uma hora depois. Fazer o que? Ainda bem que esse treco pifou no chão.

2 comentários:

Anônimo disse...

podis cre. nao é so aqui. tava me bogotá, colombia, resolvendo assuntos, e numas 3 conexoes internas soube que meu coração estava saudável: pra subir, parecia que o aviao ia se partir ao meio; e pra aterrissar, a sensação de que o trem de pouso nao ia aguentar..

Nayara Fraga disse...

hahaha! dá-lhe paciência! isso sem contar a educação das aeromoças!
e sem contar também a preparação para receber os estrangeiros: "ladies andi gentimen, please, festen yor seati beltis"!